terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Liberdade

Quando você é livre, todos os que entram em contato com você, serão abençoados. Alguns podem fugir, mas ainda assim eles fogem abençoados. (Mooji)

foto: Lou Gaioto



domingo, 25 de janeiro de 2015

Experiência


foto: João Antônio

"Faça de seu corpo e de seu espírito uma laboratório de experiências. Empenhe-se em uma pesquisa profunda a respeito de seu próprio funcionamento espiritual e examine as possibilidades de fazer mudanças positivas 
no seu interior" 

Dalai Lama

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Fechar a porta


foto: Lou Gaioto

"A prática zen é fechar a porta para uma maneira dualista de ver a vida, o que exige comprometimento. Se ao acordar de manhã, você não quiser ir até o zendo, feche a porta para isso. Ponha o pé fora da cama e vá. Se sentir preguiça durante o trabalho, feche a porta para ela e faça o máximo. Nas relações feche a porta para as críticas e a falta de delicadeza. No zazen, feche a porta ao dualismo e se abra para a vida tal como ela é. Muito devagar, ao aprendermos a vivenciar nosso sofrimento em vez de fugir dele, a vida se nos revela com alegria."

(Charlotte Joko Beck)

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Pensamento

Ubatuba/SP - foto: Paulo Cavalcanti


Há duas espécies de pensamento. Não há nada de errado em pensar no sentido que denomino "pensamento técnico." Precisamos pensar a fim de andar daqui até o canto, para assar um bolo ou resolver um problema de Física. Esse uso da mente é correto. Não é nem real, tampouco irreal; é só o que é. Porém, opiniões, julgamentos, lembranças, devaneios a respeito do futuro, 90% dos pensamentos que giram em nossa mente não têm qualquer realidade essencial. Do nascimento até a morte, a menos que despertemos, desperdiçamos quase toda a nossa vida em função deles. A parte horrível do sentar (e, acreditem, é horrível) está em começarmos a ver o que de fato se passa em nossa mente. É chocante para todo mundo. Vemos que somos violentos, preconceituosos e egoístas. Somos tudo isso porque uma vida condicionada, com base em falsos pensamentos levou-nos a esse estado. Os seres humanos são essencialmente bons, gentis e compadecidos, mas é preciso um grande esforço de escavação para extrair essa joia das entranhas de nosso ser.

(Charlotte Joko Beck)

Hoje, dia 21 de fevereiro, retomamos as atividades Zen em Brasília ZAZEN às 19h30 Sejam bem-vindos! Gassho